A confiança no Clube de Regatas do Flamengo em forma de Blog !!! www.ConfionoMengao.blogspot.com

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Ronaldinho entra, decide e Flamengo bate o Atlético-PR


O Flamengo aumentou para 17 jogos sua invencibilidade em 2011 ao vencer por 1 a 0 o Atlético-PR, nesta quarta-feira, no Engenhão, na estreia das duas equipes na Copa Sul-Americana. 

Os cariocas começaram o jogo sem três de seus principais nomes (Renato, Thiago Neves e Ronaldinho), que entraram durante o jogo, e fizeram a diferença. O Gaúcho, aliás, fez o gol da vitória, de pênalti.om o resultado - a primeira vitória do Flamengo na história da competição -, um empate na capital paranaense classifica o rubro-negro carioca para enfrentar Nacional (URU), Fenix (URU) ou Universidad de Chile (CHI), na próxima fase da competição. O jogo de volta será no dia 24, na Arena da Baixada, em Curitiba.

A partida começou com o Flamengo fazendo valer o fator casa e apertando o Furacão em seu campo de defesa. Jael chutou fraco da entrada da área, mas a bola bateu em Gustavo e passou perto da trave, na primeira chegada do Rubro-Negro carioca. O Atlético respondeu depois, quando Cleber Santana chutou de longe, com algum perigo

Aos 27, Luiz Antonio chutou da entrada da área, a bola quicou em um 'morartilheiro' e surpreendeu o goleiro Santos, que espalmou mal, fazendo a bola passar bem mais perto da trave do que se previa. Apesar do susto do Fla, o Atlético respondeu aos 34. Após escanteio, Róbston cabeceou para o meio da área e Cleber Santana chutou de primeira, por cima do travessão. Quase um bonito gol.

Já perto dos acréscimos, o Fla criou sua melhor chance de marcar quando Jael recebeu de costas para o gol, girou sobre Gustavo e chutou no canto direito de Santos, que espalmou. Era a última oportunidade rubro-negra, fechando um morno primeiro tempo.

'MEDALHÕES' ENTRAM E MUDAM A PARTIDA 

A segunda etapa começou com o Atlético-PR levando maior perigo. Aos dez minutos, após jogada ensaiada em cobrança de falta, Cleber Santana chutou da entrada da grande área, obrigando Felipe a fazer sua primeira boa intervenção após o intervalo. Em seguida, o Fla respondeu com Jael. Diego Maurício progrediu pela direita e cruzou rasteiro. O Cruel chutou de primeira, mas a bola acertou a cabeça de Gustavo.

Foi aí que Vanderlei Luxemburgo, que começara o jogo escalando três zagueiros, decidiu lançar mão de seus principais jogadores, que estavam no banco, o que fazia o Flamengo voltar à sua escalação habitual. De uma só vez, Luxa pôs em campo Ronaldinho, Thiago Neves e Renato. Logo de cara, a mexida surtiu efeito. Após triangulação entre eles, Bottinelli bateu cruzado e Wendel salvou quase sobre a linha do gol.

O Flamengo jogava melhor, seguiu em cima e, aos 26, Renato quase marcou um golaço. O camisa 11 chutou de longe e Santos espalmou com estilo, fazendo belíssima defesa. No rebote, Thiago Neves ainda chegou antes da defesa atleticana. Mas, sem ângulo, chutou por cima do travessão.

A pressão foi finalmente recompensada aos 36, quando Ronaldinho lançou Jael na área, e o goleiro Santos saiu mal do gol, derrubando o centroavante rubro-negro. Pênalti marcado por Ricardo Marques. Na cobrança, Ronaldinho mandou no canto direito, balançando a rede.

O Furacão ainda assustou nos minutos finais, em chute cruzado de Cleber Santana, mas Felipe defendeu bem. No lance seguinte, foi o Fla quem esteve perto de aumentar o placar, mas o chute de Bottinelli saiu a centímetros da trave direita. No fim, estreia com o pé direito do Flamengo na Sul-Americana, mesmo que o time tivesse que recorrer às estrelas para isso.

FICHA TÉCNICA 

FLAMENGO 1 X 0 ATLÉTICO-PR
Local: Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)
Data-Hora: 10/8/2011 - 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Ricardo Marques (MG)
Auxiliares: Altemir Haussmann (RS) e Erich Bandeira (PE)
Renda e público: R$ 71.450,00 / 2.761 pagantes
Cartões amarelos: David Braz (FLA); Wendel e Santos (APR)
Gols: Ronaldinho 37'/2ºT (1-0)

FLAMENGO: Felipe, Gustavo, David Braz (Ronaldinho 14'/2ºT) e Ronaldo Angelim; Léo Moura, Aírton, Luiz Antonio (Renato 14'/2ºT) Bottinelli e Junior Cesar; Diego Maurício (Thiago Neves 14'/2ºT) e Jael - Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

ATLÉTICO-PR: Santos, Wagner Diniz, Gustavo, Rafael Santos e Marcelo Oliveira; Wendel (Guerrón 41'/2ºT), Fransérgio, Robston e Cleber Santana; Morro García (Renan 23'/2ºT) e Rodriguinho (Edigar Junio 31'/1ºT) - Técnico: Renato Gaúcho.

www.ConfionoMengao.blogspot.com - A confiança no Flamengo