A confiança no Clube de Regatas do Flamengo em forma de Blog !!! www.ConfionoMengao.blogspot.com

quinta-feira, 10 de janeiro de 2008

Chateado, Renato Augusto quer dias melhores


Renato Augusto ainda não recuperou o sorriso de outrora. O ar de enfado e a fisionomia emburrada expõem um jogador chateado com o momento que vive no Flamengo.

A atitude da diretoria de negociar partes de seus direitos econômicos com grupos de investidores não o deixou feliz. Por outro lado, ele ainda não digeriu as vaias que recebeu da torcida rubro-negra em 2007. Há ainda a endêmica discussão sobre sua posição: meio-campo ou ataque? Mas, apesar de tudo, Renato Augusto, que sequer completou 20 anos, espera mais um ano produtivo em sua carreira.

GLOBOESPORTE.COM: Você está feliz e tranqüilo neste momento?

Renato Augusto: Olha, ano passado aconteceram algumas coisas, né? Todos viram e claro que isso afasta um pouco o jogador do clube. Vaias, muitas lesões e acabei ficando um pouco distante. Mas tenho uma identificação muito grande, estou aqui desde os 13 anos e cabe a mim trabalhar, batalhar e ver no meio do ano o que vai acontecer.

Então, na metade de 2008, talvez esteja na hora de se transferir para a Europa?

Só vou saber no meio do ano mesmo. Agora não tem como dizer porque não sei o que vai acontecer. Pode ser que eu vá bem, pode ser que eu vá mal. Tenho de estar preparado para tudo e não sei exatamente o que vai ocorrer. Mas espero conquistar títulos, como sempre aconteceu na minha carreira. Assim, se eu for negociado, posso sair pela porta da frente.

Nos primeiros treinos, o Joel o manteve como atacante. Você já declarou que não é a posição de sua preferência. Mudou de idéia?

Há muita gente no meio-campo e por isso vou ficar um pouco mais à frente. Mas conversei com o Joel e pedi para que viesse um pouco mais de trás porque é a posição que eu gosto. Mas a gente está conversando, vendo o melhor esquema.

O Souza declarou que prefere jogar com o Obina na frente. É uma boa oportunidade para voltar a atuar como apoiador?

Não estou aqui para chegar e falar quem prefiro. Vou continuar trabalhando e o que o professor escolher vou acatar. Mas eu também acho que rendo mais quando venho de trás. De repente, jogo um pouquinho mais aberto, recuado. O time pode atuar com um atacante só também. Vamos ver. Sou pago para jogar e não adianta bater de frente com ninguém. Vou acatar a decisão do Joel.

Por manter a base o Flamengo sai na frente dos demais?

Acredito que sim. Acho que o Flamengo fez a mesma coisa que o São Paulo e está no caminho certo. Mas vamos ver se dentro de campo isso vai render.

www.ConfionoMengao.blogspot.com - A confiança no Flamengo