A confiança no Clube de Regatas do Flamengo em forma de Blog !!! www.ConfionoMengao.blogspot.com

domingo, 24 de fevereiro de 2008

Flamengo conquista a Taça Guanabara

Foto: Fotocom.net

Com um golaço de Diego Tardelli, aos 46 minutos do segundo tempo, o Flamengo venceu, de virada, por 2 a 1 o Botafogo e se sagrou bicampeão da Taça Guanabara. O Botafogo abriu o placar com Welligton Paulista, mas Ibson, de pênalti, e Tardelli desempataram. No fim, os gritos de "Vice de Novo", outrora endereçados à torcida do Vasco, viraram a trilha sonora da conquista.

Logo no início do jogo, Botafogo e Flamengo mostraram que o empate, resultado que se repetiu nos últimos cinco jogos entre os clubes, não era o que os times buscavam.

Apesar de rubro-negros e alvinegros terem se lançado ao ataque, o Flamengo apresentava maior volume de jogo. Aos 13 minutos, Jaílton concluiu bela jogada que passou pelos pés de seis jogadores do time de Joel Santana, mas a bola passou por cima do gol de Castillo.

Se a jogada concluída pelo camisa 14 rubro-negro foi bonita, mas vistoso foi o belo lance em que resultou no gol alvinegro. Aos 27 minutos, Wellington Paulista se livrou de vários adversários e, com um chute cruzado de pé direito, abriu o placar.

Após o gol, o Botafogo chegou a pressionar, tendo o domínio territorial, mas não levou perigo ao gol rubro-negro.

Ao voltar do segundo tempo, preocupado com o Flamengo acuado que se viu no fim da etapa inicial, Joel Santana botou seu time para frente, substituindo Jaílton por Kleberson e Marcinho por Obina.

As substituições surtiram efeito: Kleberson criou duas belas jogadas, concluídas por Souza e Obina, cada uma. O Rubro-Negro passou a ter amplo domínio do jogo.

Aos 15 minutos, o emocionante jogo se transformou em uma guerra campal. Leonardo Moura levantou bola na área, Obina foi puxado por Renato Silva e o árbitro Marcelo de Lima Henrique marcou.

O excesso de reclamação dos alvinegros fez com que a penalidade demorasse três minutos para ser cobrada. Neste período, Ferrero e Lucio Flavio foram advertidos com o amarelo.

Desfeita a confusão, Ibson bateu com categoria e empatou o jogo. Após o tento rubro-negro mais confusão, que terminou com Souza, pelo Fla, e Zé Carlos, pelo Bota, expulsos.

O Flamengo seguiu dominando o jogo e, aos 27 minutos, o Alvinegro sofreu novo revés. Lucio Flavio, que já tinha cartão amarelo, parou contra-ataque rubro-negro com falta e foi expulso.

Com a superioridade numérica, o time de Joel ampliou seu domínio e o Botafogo buscava os contra-ataques. Em um destes, Wellington Paulista recebeu sozinho de Diguinho, mas perdeu o gol, chutando em cima de Ibson.

Aos 46 minutos de jogo, o gol do título saiu de uma jogada espetacular de contra-ataque. Leonardo Moura recebeu no campo de ataque, livrou-se de diversos adversários e, Tardelli, com um golaço, deu o gol que garantiu o bicampeonato ao Flamengo.

FICHA TÉCNICA:
FLAMENGO 2 X 1 BOTAFOGO

Estádio: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 24/2/2008 - 16h (de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique
Auxiliares: Dibert Pedrosa Moisés e Edney Guerreiro
Renda/público: R$ 1.684.225,00 / 78.830 pagantes/ 84.185 presentes
Cartões amarelos: Marcinho, Kleberson, Ibson (FLA); Renato Silva, Ferrero, Lucio Flavio, Diguinho (BOT)
Cartões vermelhos: Souza (FLA) e Zé Carlos (BOT) 20'/2ºT; Lucio Flavio 27'/2ºT
GOLS: Wellington Paulista, 28'/1ºT (0-1); Ibson, 18'/2ºT (1-1); Diego Tardelli, 46'/2ºT (1-2)

FLAMENGO: Bruno, Léo Moura, Fabio Luciano, Ronaldo Angelim e Juan; Jaílton (Kleberson - intervalo), Cristian, Ibson e Toró (Diego Tardelli, 38'/2ºT); Marcinho (Obina - intervalo) e Souza - Técnico: Joel Santana.

BOTAFOGO: Castillo, Alessandro, Renato Silva, Ferrero e Eduardo (Édson, 12'/2ºT); Túlio, Diguinho, Lucio Flavio e Zé Carlos; Adriano Felício (Jorge Henrique - 21'/2ºT) e Wellington Paulista - Técnico: Cuca.

Fonte: LanceNet

www.ConfionoMengao.blogspot.com - A confiança no Flamengo