A confiança no Clube de Regatas do Flamengo em forma de Blog !!! www.ConfionoMengao.blogspot.com

terça-feira, 20 de outubro de 2009

Nem tudo são flores no Flamengo.


Presidente faz balanço da sua gestão com base em relatório da Casual. Mesmo sem saber quem assume, dirigente anuncia planos para 2010.

O Flamengo anunciou nesta segunda-feira, na Gávea, o atual valor da sua dívida: R$ 333.327 milhões. O presidente Marcio Braga fez uma espécie de balanço dos seis anos em que esteve à frente do clube, com base em relatório feito pela Casual Auditores.
Apesar de muitas contestações internas, a versão oficial foi apresentada pelo dirigente. Segundo ele, o Flamengo teve 123% de aumento nas suas receitas desde 2004, quando assumiu o clube, aumento de 174% no contrato de TV, investimento de R$ 38,2 milhões em direitos econômicos de jogadores e superávit primário em todos os anos.
- Pagamos R$ 75 milhões, entre 2004 e 2008, de dívidas de gestões anteriores. Nosso patrimônio líquido era negativo em R$ 140 milhões. Hoje é negativo em R$ 48 milhões. Foram R$ 116.513 milhões de dívidas não contabilizadas até 2003. São os cadáveres que estavam dentro do armário. Agora nossa dívida está auditada e corrigida: R$ 333.327 milhões. É isso que vamos entregar para o futuro presidente – disse Marcio Braga.
Em seguida, ele falou sobre os projetos que ainda pretende finalizar durante sua gestão, que termina em dezembro. O problema é que quase todos ainda precisam de autorização do Conselho Deliberativo do clube e o futuro presidente pode não levar adiante. Leia a seguir o que Marcio Braga falou sobre cada um deles.
CFZ/ Zico – “A profissionalização do futebol passa pelo estudo realizado pela Fundação Getúlio Vargas para incorporar o CFZ ao Flamengo. Com isso, vamos trazer a sociedade empresarial que lá está, os dois centros de treinamento, os profissionais de lá... Esperamos que o Zico possa vir para administrar e ser o presidente profissional do futebol do Flamengo. Ele terá um CNPJ diferenciado. Não vejo para o Flamengo alguém melhor do que o Zico”.
Fla-marketing – “Temos um departamento muito produtivo. Na Europa, todos os clubes têm esse departamento de maneira profissional. O Flamengo não pode continuar do jeito que está: precisa ter uma agência de marketing fora daqui, que preste serviço aos diversos departamentos do Flamengo. Vamos fazer uma agência, que terá CNPJ diferenciado e seu diretor será o Ricardo Hinrichsen (atual diretor-executivo de marketing do Flamengo)”.
Fla Novas Gerações – “É o programa que vai desenvolver a área social do clube e os programas de responsabilidades sociais. Não há como continuar administrando esses interesses da forma que está. Toda empresa trabalha com responsabilidade social. A FIFA tem, a UEFA tem...”
Fla-Olímpico – “Ficou comprovada agora a necessidade de o esporte olímpico, que é vitorioso e um dos mais tradicionais do país, ter uma administração profissional. Não dá para esquecer o que aconteceu esse ano, que o dinheiro acabou e tivemos de buscar parcerias. Com recursos do futebol não dá mais pra manter os esportes olímpicos. No basquete fizemos um grande time, mas não havia dinheiro para pagar. A crise mostrou que é preciso ter uma instituição com CNPJ diferente. Está proibido usar recursos do futebol no esporte olímpico. Tudo pertence ao Flamengo, mas teremos um diretor executivo. Do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) não sai nada. Daquele mato não sai coelho. Passamos um ano brigando e não conseguimos nada até agora”.
Fla Master – “Pretendemos que 1% da arrecadação do Flamengo vá pra Fla-Master, para as atividades sociais dos ex-jogadores do clube. Não tivemos ainda tempo para formatar melhor o projeto, mas o ministro do Esporte (Orlando Silva) virá ao Flamengo no próximo dia 27 para lançar a pedra fundamental do nosso museu. A Ale já está em negociação com Adílio para viabilizar recursos para eles. Nossa ideia é que ele seja o presidente da Fla-Master”
Controle orçamentário por empenho – “A sugestão vem da Casual e essa forma de administrar é muito boa. Estamos implantando isso no Flamengo e vai florescer a partir de 2010”
Auditoria permanente – “Não há clube no mundo com o porte do Flamengo em que o orçamento de 2010 gire em torno de R$ 150 milhões. Como administrar isso de forma amadora? Os funcionários não dão conta. É preciso uma auditoria permanente. Vamos contratar uma empresa pra fazer isso a partir de 2010”
Loja e museu – “Nossa loja será uma das três maiores do mundo, com 1300 metros quadrados, e será inaugurada dia 15 de novembro aqui na Gávea, dia do nosso aniversário. E também será o mais moderno museu do futebol brasileiro. É um investimento de R$ 8 milhões, fruto do contrato com a Olympikus”

Fonte: Globo Esporte

www.ConfionoMengao.blogspot.com - A confiança no Flamengo