A confiança no Clube de Regatas do Flamengo em forma de Blog !!! www.ConfionoMengao.blogspot.com

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Vai começar a festaaaaa!!!


Fiquei um tanto quanto intrigado com as declarações dos jogadores na semana que sucedeu a partida contra o Goiás e após o último jogo com o Corinthians quando muito se falou em excesso de ansiedade, o que atrapalhou os planos do time em conquistar o resultado positivo contra o time esmeraldino. Depois do comportamento do nosso time meio lento no início daquele jogo aliado à polêmica declaração do Bruno de que teriam sentido a pressão de ter que corresponder à expectativa da torcida de que fizessem um grande jogo e muitos gols (o que teria atrapalhado a atuação), fico a conjecturar qual será a postura que pensam em adotar para o ‘jogo do ano’.

Desde a semana passada tenho visto o Andrade falando nas entrevistas que o time precisa ter atitude, precisa atacar, entretanto sem correr riscos. Concordo plenamente com o Tromba, porém temos visto que essa tática tem funcionado muito melhor nos jogos fora de casa, o que por um lado faz a linha de raciocínio do Bruno ter sentido, apesar das palavras completamente mal colocadas.
Diante dos olhares dos 35 milhões de rubro-negros e do mundo inteiro no jogo mais importante na vida de tantos, como atuar contra o Grêmio? Que time escalar? Até que ponto será necessária essa ‘tranquilidade’no jogo para que tudo dê certo? Ou melhor, o que significa essa calma que o time precisa ter? Significa tocar a bola de um lado para o outro, cozinhar o jogo achando que o gol pode sair a qualquer momento? Não seria essa uma estratégia um pouco perigosa que pode aumentar ainda mais a tal ansiedade caso o tempo passe e o gol não saia? Partir para cima desde os primeiros segundos tentado resolver a parada logo no primeiro tempo não seria um comportamento mais com cara de campeão? Sobretudo diante de um Grêmio fraco fora de casa e que certamente não fará tanto esforço assim para ‘ajudar’ o Inter.

A postura do nosso Flamengo não pode ser igual a que tivemos diante do Goiás, amigos. Senão o adversário, por mais desinteressado que esteja, começa a gostar do jogo e aí complica. Afinal, não acredito cem por cento nessa de que o Grêmio vai querer entregar o jogo. Como bem disse o Arthur e eu compartilho da mesma opinião, na hora que veem o Maraca lotado num jogo especialíssimo como esse onde o país inteiro estará paralisado em frente a TV e o mais importante: o adversário sendo o Mengão Fuderosão Mais Querido e Odiado da Galáxia; são ingredientes mais que suficientes para fazer esquecerem qualquer rivalidade regional e quererem jogar tudo que não jogaram até agora fora de seus domínios.

Não esqueçamos que Flamengo e Grêmio também são grandes rivais de longas datas e qualquer partida entre os dois times não pode ser considerado apenas um amistoso para nenhum dos lados. O Andrade já mostrou a intenção ousada em escalar um time mais ofensivo com o recuo do Aírton (Álvaro, suspenso, não joga) e a entrada de um meia pela direita (Fierro) ou pela esquerda (Gil) justamente para ajudar o time a ter mais força ofensiva e a partir de então maior atitude em busca do Hexa. Bastante oportuna essa mudança na escalação. Bem cara mesmo de técnico que pertenceu a um dos melhores, senão o melhor time da história do clube que sempre jogou para frente e num cenário de decisão com o do próximo domingo, provocava o adversário a entrar em campo fazendo coisa feia pelas penas a baixo. É esse espírito que o técnico quer passar. De que venceremos custe o que custar. Por fim, ainda que a tal ansiedade atrapalhe, não pode chegar ao ponto de impedir a vitória que nos trará o hexa dessa vez. Agora não tem jogo de adversário direto que jogou antes e fez pressão, não tem essa de que vão entrar no oba-oba da torcida (justamente por isso estão treinando na Granja) e muito menos o time do Grêmio num todo terá tanto tesão na partida como o Goiás como já se percebe durante essa semana muito por causa da rivalidade com o Inter, os apelos dos gremistas e tudo mais.

Ta na nossa mão! No meu penúltimo texto eu já dizia “Segura que a taça é tua, Flamengo!”. Só falta liberar o capitão Bruno para erguer e fazer ecoar pelos quatro cantos deste país o grito que está engasgado há 17 anos. A torcida veio profetizando nos últimos tempos com o grito ‘... e essa taça vamos conquistar” mal sabendo que o dia e a hora já estariam marcados. É 6 de dezembro. Data que ficará eternizada na minha e na sua história. Se prepare pois vai começar a festaaaaaaaa!!!
www.ConfionoMengao.blogspot.com - A confiança no Flamengo