A confiança no Clube de Regatas do Flamengo em forma de Blog !!! www.ConfionoMengao.blogspot.com

domingo, 25 de novembro de 2007

'Cartola-técnico, Márcio Braga sofre e vibra´

Márcio Braga viveu um dia cheio de emoções neste domingo, no Maracanã, na vitória de 2 a 0 sobre o Atlético-PR. Uma mistura de presidente, técnico, torcedor... uma história que durou 90 minutos e teve um final feliz. O Flamengo está classificado para a Taça Libertadores de 2008. O presidente rubro-negro assistiu à partida em uma das cabines de imprensa. Olhava fixo para o campo e comia uma barra de chocolate. O primeiro comentário veio na cabeçada de Leo Medeiros na trave no início da partida.

- Não entrou... - disse passando a mão na cabeça.

Foi quando começaram os comentários do "presidente-treinador". Ao ver o lateral-direito Leo Moura parar com a bola em uma jogada, Márcio Braga soltou:

- Vamos embora, Leo.

Queria ver também Juan aparecer mais na partida.

- Abre aqui na esquerda, Juan - pediu.

Pouco depois, lamentou um chute fraco do lateral.

- Ahhhhh...

Ao ver o time jogar mal, Márcio Braga começou a escutar alternativas de pessoas próximas para o segundo tempo. E foi direto no comentário sobre quem deveria entrar.
- É o Roger - referindo-se ao meia que estava no banco de reservas com a camisa 17.

Aos 35 minutos, Márcio Braga gritou pela primeira vez ao ver Leo Medeiros com espaço para chutar a gol.

- Bate, bate, bate... Leo (Medeiros).

Após um chute por cima do travessão de Ibson, o presidente passou a mão na cabeça. Começava a mostrar preocupação. E com ela as reações ficavam mais fortes também.

- Uhhhh - gritou após uma tentativa de bicicleta de Souza.

Antes do início do segundo tempo, Márcio Braga deu uma de profeta:

- O gol será aqui no segundo tempo. Do meu lado - disse.

Quase perde o gol


E não demorou muito. Ele só não esperava perder toda a jogada do gol de Renato Augusto. Márcio Braga lia um documento com o título de "direito de resposta" quando Renato Augusto tabelava com Souza. Ao ver a reação de pessoas próximas, olhou rapidamente para o campo e viu apenas a bola já quase na rede. Mas soltou o grito de gol. E ficou observando o telão do Maracanã tentando ver o replay.

O presidente rubro-negro prestou muito atenção no segundo gol de Juan. E sem saber se o lance era válido ou não, ficou sem comemorar. Nenhum grito!

- Ele não marcou, não! - disse apontando para o bandeira, que andava devagar para o meio-campo.

- Valeu sim - disse um conselheiro rubro-negro.

- É - respondeu, mas sem comemorar.

Vibração com o Sport e provocação ao São Paulo

Márcio Braga olhava a classificação do Brasileirão em um jornal quando recebeu a notícia do gol do Sport sobre o Cruzeiro (assista no vídeo ao lado).

- Acabou - disse aos 23 minutos do segundo tempo, quando a torcida já cantava "ih, Libertadores estamos aí...!"

E a festa estava garantida. O Flamengo está na Libertadores em 2008! E Márcio Braga ria e se divertia com a festa da arquibancada.

- Esse é o Flamengo. Se o São Paulo não fosse o campeão nesta hora estaria tremendo - disse o presidente Márcio Braga no fim da partida.

Fonte: Globo Esporte
www.ConfionoMengao.blogspot.com - A confiança no Flamengo