A confiança no Clube de Regatas do Flamengo em forma de Blog !!! www.ConfionoMengao.blogspot.com

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2008

Ibson revela como 'secou' Edmundo


Milhares de vascaínos gritaram "Ah, é Edmundo!" momentos antes de o jogador cobrar - e desperdiçar - a cobrança contra o Flamengo. Porém, uma voz intrusa atrapalhou a concentração do Animal. Ibson, que cometera a falta em Morais, usou a tática para salvar a própria pele.

- Falei para ele: "Você vai perder, vai chutar para fora" e depois completei: "Edmundo, erra a cobrança porque senão me complica" - conta, em entrevista o GLOBOESPORTE.COM, por telefone.
A vitória era desejada também por outros motivos. Ibson sequer jogou contra o Fluminense na última rodada da primeira fase. Assistiu à derrota dos reservas por 4 a 1 da cadeira especial.

Agüentou uma semana inteiro calado ao que considerou desrespeito do tricolor Thiago Neves. Porém, depois de ajudar o Flamengo a se classificar para a final da Taça Guanabara contra o Vasco e "dançar o créu do alívio", o volante desabafou e criticou a atitude do colega.

- Fiquei muito chateado pela falta de respeito.

GLOBOESPORTE.COM: Afinal, o que você falou para o Edmundo momentos antes do pênalti?
Ibson: Falei para ele: "Você vai perder, vai chutar para fora" e depois completei: "Edmundo, erra a cobrança porque senão me complica". Fui no ouvido dele dizer umas besteiras, precisava desconcentrá-lo.
A tática, pelo visto, deu certo. Costuma fazê-la sempre?
Não, foi a primeira vez. Eu tinha feito o pênalti e precisava tentar ajudar o Flamengo de algum jeito. Fiquei incomodando o Edmundo e deu certo.

Durante a semana, o Bruno comentou que "se garante" dentro de campo. Realmente há essa confiança no camisa 1?
Ele nos passa muita tranqüilidade. Mas não só no Bruno. Temos um grupo com 30 jogadores e confiamos em todos os que estão em campo.

No início do ano surgiram algumas críticas às suas atuações. Contra o Vasco foi sua melhor atuação em 2008?

Posso dizer que sim. Domingo fui completo. Ajudei na marcação, fui à frente e quase fiz um gol. Peguei na veia, mas o goleiro salvou.

E a dança do créu no fim do jogo? Foi uma resposta ao Thiago Neves?
Fiquei muito chateado pela falta de respeito dele. A gente dança quando comemora gols, mas com a nossa torcida. Nunca na frente da adversária. Ele deveria aprender a não desrespeitar um rival porque as coisas mudam e um dia ele pode jogar aqui. A torcida do Flamengo é um espetáculo e jamais mereceria isso.

Aquela derrota, mesmo em um jogo sem muito interesse, doeu tanto assim?
Eu não joguei, mas senti na pele da arquibancada. Não dormi naquele dia, minha mulher está de prova. Os jogadores que entraram em campo ouviram muitas críticas. Aqui, quando perde, perde todo mundo.
Fluminense e Vasco agora são passado. No domingo será a vez do Botafogo. Qual é a receita para a final?
Será um jogo muito complicado. Mais um clássico pela frente e o Botafogo tem uma bela equipe. Assim como no jogo contra o Vasco, quem errar menos vai ganhar.

Fonte: Globo Esporte
www.ConfionoMengao.blogspot.com - A confiança no Flamengo