A confiança no Clube de Regatas do Flamengo em forma de Blog !!! www.ConfionoMengao.blogspot.com

quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Sobre os reforços que não estão chegando

Renato Augusto quando ainda era do Flamengo

Por Sturt Silva

Concordo com a filosofia da nova diretoria, alias sempre defendi a política “pés no chão”. Quem nunca teve paciência com esse tipo de coisa eram: nossa torcida e nossos dirigentes amadores. 

Mesmo assim, acho que a gente tem que se ariscar e trazer alguma novidade, não só para dar esperança a torcida, mas também para motivar nosso elenco. As coisas estão meio paradas, até parece que não está ocorrendo um movimento que vai “mudar radicalmente” o clube.

Ou seja, me refiro ao trabalho a curto prazo que tem que ser feito, mesmo que o médio e longo prazo proíba-o. O X da questão, portanto, é conciliar essas medidas menores, relacionadas ao dia-dia do clube, com esse projeto maior e de longa duração.

Se só arrumarmos as finanças da casa e não preocuparmos com as questões referentes exclusivamente às quatros linhas, corremos risco de não ganharmos nada e ai a "bye bye" a credibilidade da diretoria com a torcida e com os outros agentes externos. 

Por exemplo, Renato Augusto tinha que ser um cara que a gente tinha que ter trabalhado melhor na sua contratação. Teve o problema da eleição, assim quando corremos atrás já era tarde de mais. O caso serve de aprendizado. A partir de agora temos que ser mais espertos. Fechar antes que o negócio chegue ao nível dos leilões, porque ai já é contra nossa nova política. 

Nova diretoria ainda não mostrou a que veio

Engraçado que essa nova diretoria que se diz conhecer o mercado, que se diz querer profissionalizar o futebol do clube, colocar a marca Flamengo como competitiva no mercado, ainda não conseguiu ainda se destacar, mesmo com pouco tempo de atuação.

Ainda no caso Renato Augusto achei que perdemos uma grande chance de melhorar as coisas, como fizemos nos casos Adriano, Love, Ibson e Renato Abreu.

O trabalho de base

Outra questão é que gente realmente não está revelando profissionalmente jogadores para nosso time. Depois do Renato Augusto acho que ninguém vingou. Algumas apostas ainda estão no elenco ou estão sendo emprestados para outros clubes. Sempre colocamos multas rescisórias altas em nossas principais apostas como nos casos de DM, Negueba, Camacho, Adryan, Mattheus, Thomás, entre outros. No entanto essa turma não conseguiu se firmar no time principal. 

O Renato Augusto, apareceu nas semifinais da copa do Brasil de 2006, com mudança de treinador, pegou titularidade naquele momento e deu conta da responsabilidade. Estes que citei acima até estão tendo chance no time principal, até se destacam algumas vezes mais não conseguem manter uma seqüência.

Será que não tem algo de errado no trabalho feito pelo departamento de futebol com as categorias de base?

www.ConfionoMengao.blogspot.com - A confiança no Flamengo