A confiança no Clube de Regatas do Flamengo em forma de Blog !!! www.ConfionoMengao.blogspot.com

segunda-feira, 8 de outubro de 2007

Homero promete livro sobre a Copa União

O vice-presidente de futebol do Sport, Homero Lacerda, promete escrever um livro sobre a Copa União de 1987, torneio cercado de polêmicas envolvendo CBF e Clube dos 13 e que culminou com uma eterna discussão sobre quem é o verdadeiro campeão brasileiro daquele ano - a CBF considera o Leão campeão, e o C13, o Flamengo.

Em 2007, 20 anos após o fim da Copa União, muitos acontecimentos que envolveram a competição acabam perdidos no esquecimento. Pensando nisso, Lacerda, que na época era o presidente do Sport, reúne documentos com o intuito de escrever um livro para contar tudo o que envolveu o Rubro-Negro pernambucano naquele ano.

- Tenho feito pesquisas, pois somente pela memória é quase impossível fazer um livro sobre uma competição de 20 anos atrás. Há muitas coisas que as pessoas não têm conhecimento e quero resgatar. Se não começar a escrever no fim deste ano, tento no início de 2008. Está faltando é tempo - diz Homero Lacerda.

O título de 87 é um dos principais orgulhos do torcedor pernambucano. Sustentado por uma decisão do TRF, que declara o clube oficialmente campeão da Copa União, o Sport não mede esforços para que não digam o contrário.


Leão pode entrar na Justiça


Questionado sobre a polêmica envolvendo São Paulo e Flamengo - ambos querem ficar com a taça dada pela CBF ao primeiro pentacampeão brasileiro -, Homero Lacerda promete agir na Justiça caso a taça vá parar na Gávea.

- Se precisar, vamos entrar com uma medida judicial, seja contra quem for. Estamos sempre vigilantes sobre o caso envolvendo a Copa União. E derrubamos na hora qualquer decisão contra os interesses do clube - garante Lacerda.

Na semana passada, o presidente do Clube dos 13, Fábio Koff, disse que poderia convocar uma reunião da organização para resolver um possível problema entre Flamengo e São Paulo - o Sport também é integrante do grupo. Lacerda não concorda nem com a reunião.

- O Koff é gente boa, gosto dele. Mas se esta reunião for convocada, envio uma carta na hora alertando-o sobre o caso - diz o dirigente do Leão. - Isto (o caso) já foi tramitado e julgado. Há uma lei que determina o Sport campeão. Então, acabou a discussão. Um cidadão de bem tem que aceitar isso. É uma postura ética. Não digo isso dirigindo a palavra ao Koff, mas sim a todas as pessoas.

Fonte: Globo Esporte
www.ConfionoMengao.blogspot.com - A confiança no Flamengo