A confiança no Clube de Regatas do Flamengo em forma de Blog !!! www.ConfionoMengao.blogspot.com

domingo, 25 de novembro de 2007

Fla vence Furacão e está na Libertadores


O torcedor rubro-negro pode comemorar. Depois de sofrer com o risco de rebaixamento no começo do Campeonato Brasileiro, o Flamengo está na Libertadores de 2008. Com a vitória por 2 a 0 sobre o Atlético-PR, gols de Renato Augusto e Juan, e a derrota do Cruzeiro para o Sport (1 a 0), o Rubro-Negro abriu quatro pontos de vantagem sobre os rivais e não pode mais ser alcançado na última rodada.

Apoiado por mais de 87 mil torcedores que estiveram no Maracanã, o Flamengo começou com tudo para cima do Atlético-PR. Em menos de dez minutos a equipe de Joel Santana teve duas chances claras. A primeira com Juan, que dividiu com Viáfara, mas a bola foi para fora. A segunda chegou a tirar o "uh!" da torcida. Após cruzamento de Léo Moura, Léo Medeiros carimbou a trave.

Parecia que seria fácil. Parecia. O Atlético-PR equilibrou a partida e passou a rondar a área de Bruno. Não levou tanto perigo, mas a equipe de Ney Franco estava mais bem postada em campo, principalmente no meio-de-campo. Sem muita organização no meio, Souza e Renato Augusto ficaram isolados na frente e pouco tocaram a bola.

Souza, pelo menos, aparecia mais para buscar jogo, mas foi levar perigo a Viáfara somente aos 39 minutos. Em uma bela jogada, o atacante recebeu passe de Léo Moura e arriscou de bicicleta na entrada da área. Já Renato Augusto mais uma vez pouco rendeu no ataque e foi peça nula no primeiro tempo.

Na volta para o segundo, o time precisou de apenas quatro minutos para fazer o que não havia feito antes. A dupla Souza e Renato Augusto funcionou e o Flamengo conseguiu abrir o placar. Em uma tabela dos dois, o centroavante deu belo passe para o camisa 10, que entrou na área e estufou a rede de Viáfara.

Era do que o Flamengo precisava. A torcida, que estava apreensiva, inflamou e transformou o Maracanã em um cadeirão. A equipe cresceu, o Atlético-PR sentiu, e o Flamengo passou a criar chances atrás de chances. Primeiro com Cristian, depois com Fábio Luciano. E não demorou para a equipe fazer o segundo.

E novamente funcionou a dupla Souza/Renato Augusto. O centroavante iniciou a jogada, tocou para o camisa 10, que rolou para Juan chutar e fazer a torcida explodir de alegria. Ao som que vinha da arquibancada ("ih, Libertadores qualquer dia tâmo aí"), o Flamengo teve mais oportunidades de aumentar o placar, mas o resultado já estava ótimo. Festa na arquibancada e no campo.

Com 61 pontos, o Flamengo segue em terceiro lugar do Brasileiro. O Furacão ficou com 51 pontos na 11ª posição. Na última rodada, a equipe encerrará a ótima campanha contra o Náutico, nos Aflitos, precisando de uma vitória e uma derrota do Santos para terminar na vice-liderança da competição. Já o Atlético-PR jogará pela última vez no ano em casa, contra o São Paulo.

FICHA TÉCNICA:
FLAMENGO 2 X 0 ATLÉTICO-PR

Estádio: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 25/11/2007 - 18h10min (de Brasília)
Árbitro: Wilson Luiz Seneme (Fifa-SP)
Auxiliares: Ednilson Corona (Fifa-SP) Emerson e Augusto de Carvalho/SP (Fifa-SP)
Renda/público: R$ 765.564,00 /82.044 pagantes (87.895 presente)

GOLS: Renato Augusto (4'2T); Juan (16' 2T)
Cartões amarelos: Jaílton, Renato Augusto (FLA); Ferreira, Alex Mineiro, Claiton, Danilo (APR)

FLAMENGO: Bruno, Léo Moura, Fabio Luciano, Ronaldo Angelim e Juan; Jaílton, Léo Medeiros (Obina, 26' 2T), Cristian (Colace, 44'/2ºT) e Ibson; Renato Augusto (Roger, 44'/2ºT) e Souza - Técnico Joel Santana.

ATLÉTICO-PR: Viáfara, Antônio Carlos (Marcelo Ramos, 33' 2T), Rohdolfo e Danilo; Jancarlos, Valencia, Claiton, Netinho (Edno, 28' 2T) e Michel (Ramon, 18' 2T); Ferreira e Alex Mineiro - Técnico Ney Franco.

Fonte: LanceNet
www.ConfionoMengao.blogspot.com - A confiança no Flamengo