A confiança no Clube de Regatas do Flamengo em forma de Blog !!! www.ConfionoMengao.blogspot.com

segunda-feira, 19 de novembro de 2007

Zico agradece Carlinhos pelos ensinamentos


Maior ídolo da história do Flamengo, Zico se coloca no papel de fã ao falar do aniversariante desta segunda-feira, Carlinhos, técnico do Galinho nos anos 80 e que completou 70 anos. Vale destacar que, no dia 16 de junho de 1970, data em que o Violino se despediu do futebol, este entregou seu par de chuteiras ao maior artilheiro da história rubro-negra. O maior camisa 10 da Gávea agradece ao mestre pelos ensinamentos:

- Gostaria de agradecer por ele ter me passado muito coisa boa. Ele era um técnico muito facil de ser compreendido, procurava dar total liberdade aos jogadores, mostrava o lado simples do jogador. Temos uma grande amizade. Hoje, coloco em prática grande coisa que aprendi com ele - alegra-se Zico, atualmente treinador do Fenerbahçe, da Turquia.

Sobre o fato de ter recebido o par de chuteiras de Carlinhos no dia da despedida deste, mesma data em que Zico realizou sua primeira partida pela escolinha do Flamengo, no Maracanã - aos 13 anos -, o Galinho diz que retribuiu o presente 24 anos depois.

- Quando ele parou de jogar, entregou-me as chuteiras. Quando eu parei, no Japão, entreguei minha camisa a ele - relembra o craque, fazendo referência à vitória do Flamengo por 2 a 1 sobre o Kashima Antlers, que valeu o título da Pepsi Cup, em 16 de junho de 1994, quando Carlinhos era o técnico do Rubro-Negro.

Questionado se foi o autor do gol dos japoneses - Sávio fez os dois gols do Fla -, Zico, que à época jogava pelo Kashima, mostrou suas raízes rubro-negras:

- Eu fazer gol no Flamengo, rapaz? - questionou, às gargalhadas.

Por fim, o Galinho de Quintino fez seus votos ao Violino:

- Cuide bastante da saúde, continue jogando seu baralhinho e curtindo a vida. O Carlinhos merece tudo de bom por tudo que fez no futebol - concluiu Zico, craque também no carinho ao professor.

Fonte: LanceNet
www.ConfionoMengao.blogspot.com - A confiança no Flamengo