A confiança no Clube de Regatas do Flamengo em forma de Blog !!! www.ConfionoMengao.blogspot.com

domingo, 9 de outubro de 2011

Bottinelli entra e vira o Fla-Flu nos últimos minutos



Em um jogo emocionante, com muita reclamação por parte do Fluminense, o Flamengo virou nos minutos finais, com dois gols do argentino Bottinelli, venceu por 3 a 2 e assumiu a quarta colocação do Campeonato Brasileiro, ultrapassando o Botafogo e estando agora na zona de classificação da Libertadores.

O JOGO


A primeira etapa foi muito abaixo daquilo que se esperava. Os dois times pareceram mais preocupados em marcar do que criar. O Fluminense manteve a posse de bola, mas só conseguiu chegar uma vez com perigo. Rafael Moura, live de marcação, chutou duas vezes dentro da área. Na primeira ele errou e na segunda a bola passou perto do gol de Paulo Victor, que substituía Felipe, vetado por conta de uma virose.

O Flamengo só conseguiu aparecer quando Renato deu ótimo passe para o atacante Deivid. O camisa 9 bateu cruzado, na entrada da área. Diego Cavalieri fez boa defesa e impediu o gol rubro-negro.

Nos minutos finais, uma grande confusão aconteceu por conta de uma cotovelada de Renato em Rafael Moura. O volante tricolor reclamou com a arbitragem e mostrou o sangue em seus lábios. Diguinho pediu a expulsão do camisa 11, o que irritou o técnico do Fla, Vanderlei Luxemburgo, que ao sair para o vestiário pediu para que os tricolores não se metessem.


SEGUNDO TEMPO

A segunda parte do jogo foi bem mais atraente do que a primeira. Aliás, emocionante do início ao fim. Não demorou muito e o Fluminense voltou a tomar conta da partida, desta vez com mais objetividade. Paulo Victor foi exigido em boas jogadas de Rafael Sobis e do experiente Deco. Em uma delas, Marquinho ganhou na raça de Diego Maurício e passou a Leandro Euzébio, que, como um exímio lateral-direito, colocou na cabeça de Sobis, que livre de marcação abriu o placar para o Fluminense: 1 a 0.

Vendo que o seu time estava totalmente dominado, Vanderlei Luxemburgo queimou suas três substituições. Trocou a dupla de ataque titular formada por Diego Maurício e Deivid e colocou Negueba e Jael. Além disso, Bottinelli também reforçou a armação no meio de campo, no lugar de Maldonado. E foi na raça que Thiago Neves empatou o jogo. Cruzamento de Junior Cesar e, na sobra, Negueba bateu cruzado para o camisa 7 desviar para dentro do gol: 1 a 1 e mais uma vez ele brihou em um clássico.

O empate do rival fez com que Abel Braga colocasse Lanzini, Martinuccio e Souza em lugares de Diguinho, Deco e Rafael Sobis, de uma só vez. Também deu certo. Em belo cruzmento de Mariano, o argentino Lanzini finalizou de cabeça, em um vacilo de Léo Moura: 2 a 1 Fluzão, de novo pelo alto.

BOTTINELLI DECIDE

Mas o Flamengo não desistiu. E o grande protagonista do jogo resolveu entrar em ação. Desta vez, o argentino que brilhou foi rubro-negro. Em cobrança de falta, o hermano Bottinelli marcou um golaço. Ele pediu a Thiago Neves para cobrar. A bola chegou a bater na trave e em Diego Cavalieri antes de entrar.Logo depois, El Pollo (frango, em espanhol), como é chamado em seu país, acertou mais um belo chute, de fora da área, no canto esquerdo do goleiro tricolor. Gol da virada aos 44 minutos do segundo tempo em um jogo sensacional.

O gol gerou reclamações de Abel Braga, que pediu um pênalti anterior e reclamou do juiz Felipe Gomes da Silva de ter dado faltas inexistentes para o Flamengo. Souza ainda acabaria expulso após ter chutado o volante Muralha. O jogo acabou com muitas reclamações do time do Fluminense, que cercaram a arbitragem. Pelo lado rubro-negro, só festa. E entra para a História mais um Fla-Flu repleto de polêmicas e resolvido no fim, bem ao estilo do clássico.


FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 3 X 2 FLUMINENSE;
Local: Engenhão, Rio de Janeiro (RJ);
Árbitro: Felipe Gomes da Silva (RJ);
Auxiliares: Rodrigo Pereira Joia (RJ) e Lilian Fernandes Bruno (RJ);
Renda e público: R$ 637.720,00 / 21.052 pagantes;
Cartões amarelos: Maldonado e Jael (FLA); Diguinho e Leandro Euzébio (Flu);
Cartões vermelhos: Abel Braga 46'/2°T e Souza 48'/2°T (FLU);
Gols: Rafael Sobis 14'/2°T (0-1), Thiago Neves 23'/2°T (1-1), Lanzini 33'/2°T (1-2) e Bottinelli 41'/2°T (2-2) e 44'/2°T (3-2).

FLAMENGO: Paulo Victor, Léo Moura, Alex Silva, Welinton e Junior Cesar; Maldonado (Bottinelli 17'/2°T), Muralha, Renato e Thiago Neves; Diego Maurício (Negueba 17'/2°T) e Deivid (Jael 17'/2°T) - Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

FLUMINENSE: Diego Cavalieri, Mariano, Leandro Euzébio, Márcio Rosário e Carlinhos; Edinho, Diguinho (Souza 30'/2°T), Marquinho e Deco (Lanzini 30'/2°T); Rafael Sobis (Martinuccio 30'/2°T) e Rafael Moura - Técnico: Abel Braga.
www.ConfionoMengao.blogspot.com - A confiança no Flamengo