A confiança no Clube de Regatas do Flamengo em forma de Blog !!! www.ConfionoMengao.blogspot.com

quarta-feira, 15 de agosto de 2007

Roger: ´È um divisor de águas para o Fla´

Pela primeira vez desde que saiu do Fluminense, o meia Roger vai enfrentar o seu ex-clube defendendo um clube carioca. E o seu novo lar é justamente o Flamengo, um dos maiores rivais da equipe das Laranjeiras. Em um bate-papo exclusivo por telefone com o GLOBOESPORTE.COM, ele falou da expectativa para o clássico de quinta-feira e da importância da partida para o time rubro-negro.

- É um divisor de águas para o Flamengo. Ganhando esse jogo, o time vai ganhar moral para o restante dos jogos. Na situação em que a equipe está, uma vitória é um passo grande para o time sair dessa situação - diz Roger, que saiu com pressa da Gávea sem falar com a imprensa porque iria depor no julgamento do técnico Joel Santana.

Em 2005, defendendo o Corinthians, Roger teve a sua primeira experiência de enfrentar o clube que o revelou. Naquela ano, o time paulista conquistou o título brasileiro. O meia enfrentou o Fluminense em duas oportunidades. No primeiro turno, em Mogi Mirim, vitória tricolor por 1 a 0. No returno, no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, o Timão venceu por 2 a 0.

Agora, em 2007, atuando pelo Flamengo, essa será a primeira vez que Roger vai enfrentar o Fluminense no Maracanã. Ele diz que a partida pelo Corinthians contra o seu ex-clube foi complicada e que agora será um confronto normal.

- Em 2005 foi complicado por ser a primeira vez e agora não. Será uma partida normal. É um grande clássico do futebol brasileiro e o Flamengo precisa de mais três pontos para se aproximar ainda mais dos clubes que estão fora da zona de rebaixamento - afirma o meia.

Despreocupado com suas atuações individuais, Roger tem se preocupado em melhorar cada vez mais. Responsável pelo passe que resultou no gol de Leo Moura na vitória do último sábado, sonre o Náutico por 2 a 1, ele diz que quer ajudar o Flamengo antes de ser o grande astro da companhia.

- As minhas atuações estão em segundo plano. No momento, temos que pensar no lado coletivo para tirar o Flamengo dessa situação. Não sou muito de falar da parte individual - afirma o jogador, no carro que o levaria ao julgamento de Joel Santana, no Superior Tribunal de Justiça Desportiva, no Centro do Rio.

Fonte: Globo Esporte
www.ConfionoMengao.blogspot.com - A confiança no Flamengo