A confiança no Clube de Regatas do Flamengo em forma de Blog !!! www.ConfionoMengao.blogspot.com

sábado, 29 de setembro de 2007

Chute de Cristian garante vitória do Fla


Maxi tentou uma, duas, três vezes e não conseguiu. Sem sucesso, o argentino saiu de campo cabisbaixo. Mas um chute perfeito de Cristian, na parte final da partida, garantiu a sofrida vitória do Flamengo por 1 a 0 sobre o Atlético-MG, no Maracanã.
O jogo, válido pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro, esteve longe de ser tranqüilo. Mas, no fim, os mais de 47 mil presentes ao Maracanã puderam cantar em alto e bom som a nova música homenageando o Rubro-Negro:
"É, time de tradição/Raça, amor e paixão/Ao meu Mengão/ Eu sempre te amarei/Onde estiver, estarei com meu Mengão", diz o novo coro.

Com a vitória dentro de casa, o Flamengo vai a 37 pontos e dá uma escapulida da zona de rebaixamento. O time pode, inclusive, terminar a rodada na área de classificação à Sul-Americana. No momento, está em décimo.

Por outro lado, estacionado nos 33 pontos, o Galo pode fechar o fim de semana entre os quatro últimos. A má campanha começa a respingar no trabalho do técnico Emerson Leão. Para piorar, ele sofreu com o deboche da torcida flamenguista, que o comparou ao deputado federal Clodovil.

Na próxima quinta-feira, o Flamengo recebe o São Paulo, líder do Campeonato Brasileiro, no Maracanã. O jogo certamente vai quebrar o recorde de público da competição. Os mineiros têm uma tarefa difícil contra o Grêmio, no Olímpico.

Primeiro tempo fraco

Desde os primeiros minutos, o Flamengo esteve mais ligado no jogo. Porém, não transformou a maior posse de bola em oportunidades claras de gol. Principal opção ofensiva, Leonardo Moura cruzou aos 8 minutos, Souza ajeitou de cabeça e Juan chutou fraco, nas mãos de Juninho.
Pouco depois, o goleiro Bruno causou pânico no Maracanã ao dar um drible arriscado sobre um atacante atleticano.

Os passes errados só cessaram aos 25 minutos, quando Rômulo cabeceou para o gol. Entretanto, o árbitro Sálvio Spínola marcou uma (duvidosa) falta de ataque e anulou o gol flamenguista.

Aos 31 minutos, enfim, o Atlético-MG ameaçou de verdade. Após cruzamento, Thiago Feltri ajeitou e Marinho, na entrada da pequena área, finalizou por cima. A chance acordou o Galo. Aos 35, Éder Luís arriscou forte e o goleiro do Flamengo saltou para espalmar.

No fim do fraco primeiro tempo, os mandantes tiveram a chance de abrir o placar. Souza puxou o contra-ataque, Leo Moura rolou para Maxi, mas o argentino bateu fraco e facilitou a defesa de Juninho.

Chute certeiro salva o Fla

O segundo tempo começou novamente com os anfitriões pressionando e aos 6 minutos, Maxi chutou forte e Juninho se esticou para salvar o Galo. Não era mesmo o dia do atacante estrangeiro nas finalizações. Aos 14 minutos, Juan o deixou na cara do gol, mas novamene o arremate encontrou o corpo do goleiro rival.

A torcida rubro-negra ficou apreensiva e Bilu aproveitou para assustá-los ainda mais. Aos 23, ele chutou de fora da área e Bruno espalmou.

Quando a partida encaminhava-se para um fim dramático, Cristian recebeu, aos 30 minutos, ajeitou e chutou forte no canto direito para abrir o placar. Foi o primeiro gol dele no clube rubro-negro.

Nos minutos finais, o Flamengo se defendeu e quase acabou castigado com um chute de Gérson.

Fonte: Globo Esporte
www.ConfionoMengao.blogspot.com - A confiança no Flamengo