A confiança no Clube de Regatas do Flamengo em forma de Blog !!! www.ConfionoMengao.blogspot.com

domingo, 28 de outubro de 2007

No sufoco, Fla vence e segue no páreo


O Flamengo sofreu, não jogou bem, mas deu mais um passo importante para continuar na briga para conseguir uma vaga na Libertadores do ano que vem. Com um gol de Souza aos 16 minutos do primeiro tempo, o Rubro-Negro venceu o lanterna e já rebaixado América-RN, no Machadão, na tarde deste domingo. Foi a quarta vitória seguida do time carioca, que vai a 52 pontos e fica a dois do Grêmio, que ficaria hoje com a última vaga para a competição continental.
Fla marca e se encolhe

Apesar do calor de 32 graus, os times começaram a partida em ritmo corrido. Logo aos três minutos, Wesley chutou forte da entrada da área e carimbou o poste esquerdo da meta de Bruno. O Fla respondeu com uma cabeçada perigosa de Fábio Luciano, aos 12, após cruzamento de Leo Moura. O péssimo estado do gramado dificultava o toque de bola de ambos os lados, mas, aos 16, Maxi fez ótimo passe para Leo Moura, que foi à linha de fundo e deixou Souza livre para abrir o placar para a equipe rubro-negra.

O gol acomodou o Flamengo, e o time potiguar passou a pressionar em busca do empate. Wesley parou na trave outra vez, aos 31. O sufoco foi intenso até o fim da primeira etapa e, aos 45, Bruno evitou o gol de empate com uma excelente defesa em chute de Geovane.

Na volta para o segundo tempo, o atacante Souza alertou:

- Precisamos trabalhar melhor a bola e matar a partida.

Jogo aberto


Mas o América não diminuiu a pressão e quase igualou o placar logo aos dois minutos após uma descida do veterano Souza pela esquerda. Aos 15, o time da casa perdeu uma chance inacreditável: Berg chutou cruzado da direita, e Wesley, livre na pequena área, pegou mal na bola, que parou nas mãos de Bruno. Dois minutos depois, o Fla poderia ter matado o jogo, como pediu Souza: Léo Moura cruzou da direita, e Obina (que entrou no lugar de Maxi) cabeceou para fora, sozinho.

Souza lá, Souza cá

O América deixava buracos no setor defensivo, e o jogo ficou aberto. Aos 30, Souza teve a chance de fazer o que dissera no intervalo, mas Sérvulo evitou o gol de cabeça com uma grande defesa. Dois minutos depois, o outro Souza, do América-RN, fez boa jogada individual pela direita e chutou no canto, para defesa segura de Bruno.

Em lance para levar o torcedor rubro-negro ao desespero, Obina recebeu passe perfeito de Roger, mas se enrolou com a bola ao tentar o goleiro Sérvulo, aos 38. Daí até o fim, o Flamengo tocou a bola, fez o tempo passar e garantiu os três pontos suados em Natal.

Fonte: Globo Esporte
www.ConfionoMengao.blogspot.com - A confiança no Flamengo