A confiança no Clube de Regatas do Flamengo em forma de Blog !!! www.ConfionoMengao.blogspot.com

domingo, 4 de novembro de 2007

Cruzeiro passa por cima do Fla

Com uma bela vitória por 3 a 1 sobre o Flamengo, neste domingo, no Mineirão, o Cruzeiro descontou tudo o que sofreu nas últimas sete rodadas do Campeonato Brasileiro e voltou ao G-4 com 57 pontos. Com 55, o Rubro-Negro, mesmo com a derrota, segue em quarto, já que o Palmeiras foi derrotado pelo Sport por 3 a 1 (assista aos gols do jogo em Minas no vídeo ao lado).

Na próxima rodada, enquanto o Flamengo recebe o Santos, no Maracanã, o Cruzeiro vai enfrentar o Internacional, no Beira-Rio. Ambos os jogos ocorrem no domingo, dia 11.

Primeiro tempo de um time só

Como o time não vencia há sete partidas, a torcida celeste não compareceu em bom número, ao contrário dos rubro-negros, que, pelo menos antes de o duelo começar, cantaram tão alto quanto os donos da casa.

Mesmo pressionado pelos recentes maus resultados, o Cruzeiro partiu para cima do Flamengo, na raça. E o primeiro lance de perigo ocorreu meio sem querer, aos 10 minutos, quando Jonathan cruzou da esquerda, bem fechado, e a bola tocou na trave esquerda de Bruno. Logo depois, aos 13, Roni tabelou com Mariano e de dentro da área chutou cruzado, raspando a trave direita rubro-negra.

O time carioca jogava muito mal, principalmente no meio-campo, que pecava demais nas trocas de passes e deixava Obina e Maxi isolados no ataque. E o ímpeto ofensivo da Raposa foi premiado aos 25: Roni foi derrubado por Juan na área, e o árbitro Heber Roberto Lopes marcou pênalti. O próprio Roni cobrou e levantou os torcedores nas arquibancadas do Mineirão: 1 a 0 Cruzeiro.
O Flamengo se perdeu completamente e chamou ainda mais o Cruzeiro para o seu campo. Empolgados, os donos da casa foram em busca do segundo gol. Aos 28, Roni, de novo, arriscou de fora de área, rente ao travessão. Aos 36, um lance plasticamente muito bonito: Guilherme recebeu dentro da área, levantou a bola e arriscou uma bicicleta, mas mandou à direita de Bruno.

Aos 38, mais festa azul em Belo Horizonte: Jonathan entrou driblando, tocou para Roni, que, sem marcação, fez o segundo. Para se ter uma idéia da apatia rubro-negra, a primeira conclusão do time a gol foi aos 41, com uma cabeçada de Thiago Sales que passou por cima do travessão de Fábio.

Fla volta com Roger e Renato Augusto no time

Irritado com a péssima atuação do time nos primeiros 45 minutos, o técnico Joel Santana tirou Juan e Maxi e colocou Roger e Renato Augusto já no vestiário. Toró, com isso, passou para a lateral esquerda. O Rubro-Negro até que melhorou, mas aos 13 minutos levou o terceiro, após um belo chute de Charles de fora da área.

A esta altura, os flamenguistas, que dividiram as arquibancadas do Mineirão com os poucos cruzeirenses presentes, abaixaram a cabeça e entregaram os pontos, em silêncio. O time carioca teve uma boa chance aos 15, quando Leo Moura cruzou para Ibson, que cabeceou para boa defesa de Fábio.

Logo depois, aos 21, Ibson foi derrubado na entrada da área. Falta que Roger cobrou com categoria para diminuir a vantagem do Cruzeiro. Um fio de esperança para os rubro-negros que resolveram ficar até o fim no estádio. Aos 34, Leo Medeiros, que havia entrado no lugar de Cristian, chutou de fora da área, Fábio deu rebote mas se recuperou a tempo e garantiu a vitória sob os gritos de 'olé' da torcida celeste.

Fonte: Globo Esporte
www.ConfionoMengao.blogspot.com - A confiança no Flamengo