A confiança no Clube de Regatas do Flamengo em forma de Blog !!! www.ConfionoMengao.blogspot.com

sábado, 17 de novembro de 2007

Vasco vence Flamengo em jogo tumultuado


Em uma partida muito tumultuada, marcada por brigas e muita discussão, o Vasco venceu o Flamengo por 74 a 73 na prorrogação, após o empate em 61 a 61 no tempo normal, pela sétima rodada do Campeonato Carioca de basquete. O resultado encerra uma série de seis jogos de invencibilidade do Flamengo na competição, e iguala as campanhas duas equipes no torneio, com seis vitórias e uma derrota. Antes do jogo, uma briga entre torcidas no Centro do Rio causou tumulto, sendo necessária a presença da Polícia Militar.

O jogo, como se esperava, foi disputado com clima de muita rivalidade e provocação por parte das duas torcidas, que foram em bom número ao Ginásio Caio Martins, em Niterói. A partida teve belos lances por parte das duas equipes, e belas atuações de Marcelinho, do Flamengo, com 31 pontos, e Valtinho, do Vasco, com 15 pontos, oito assistências e oito rebotes.

Com muito equilíbrio em quadra, a partida ficou completamente indefinida até os últimos segundos do quarto período, quando, em um ataque do Flamengo, Marcelinho reclamou por achar ter recebido uma cotovelada. A arbitragem não acatou a reclamação do atleta rubro-negro, que continuou muito nervoso. No começo da prorrogação, o árbitro marcou uma falta técnica de Marcelinho, concedendo dois lances livres ao Vasco, convertidos por Valtinho, e posse de bola para o Vasco, para desespero dos flamenguistas.

Tumulto interrompe partida por dez minutos


Com as duas equipes muito nervosas, reclamando muito com a arbitragem e com a mesa de cronometragem, o Flamengo conseguiu empatar a partida no lance seguinte, com uma cesta de Marcelinho após dois lances livres perdidos por Wagner. Incentivados pela torcida presente ao Caio Martins, os jogadores do Flamengo marcaram quatro pontos seguidos, após uma falha de marcação dos vascaínos, abrindo 67 a 63.

O jogo teve de ser paralisado quando o cubano Amiel, do Flamengo, acertou uma bolada em Estevam após, segundo o jogador, ter sido agredido pelo pivô vascaíno, provocando uma confusão generalizada. A Polícia Militar teve de entrar na quadra para conter os jogadores, que estavam muito nervosos. Diante do cenário, os árbitros resolveram deixar a quadra e se isolaram nos vestiários.

- Na minha opinião, a culpa desta situação é da arbitragem e da Federação de Basquete do Rio de Janeiro. Quando eu fui falar com um dos árbitros, ele disse que nada podia fazer, porque o outro árbitro é que estava comandando. Foi armado o circo, e o resultado é este - disse o ala Marcelinho, do Flamengo, em entrevista à Rádio Manchete.

Após mais de dez minutos de paralização, os árbitros reuniram os dois técnicos (Paulo Chupeta, do Flamengo, e José Carlos Vidal, do Vasco) e pediram que os comandantes acalmassem seus atletas. Com 3m08s para o fim, a partida foi reiniciada sem a presença de Amiel, do Flamengo, e Cipriano, do Vasco, que foram expulsos por terem iniciado a briga.

Duda erra arremesso decisivo para o Fla


O Flamengo não conseguiu manter a vantagem, que caiu para um ponto (71 a 70) após uma cesta de três pontos do Vasco, feita por Valtinho. A diferença se manteve em um ponto para o Flamengo, quando, a 30 segundos do fim do jogo, Marcelinho errou um arremesso de dois pontos. No contra-ataque, o Vasco virou o placar com uma cesta de Fernando, a cinco segundos para o fim do jogo. Após o pedido de tempo do Flamengo, o rubro-negro tentou a cesta da vitória com Duda, sem sucesso. Após o jogo, uma bomba foi jogada no meio da torcida do Vasco, provocando uma pequena confusão. Não houve feridos.

O próximo jogo do Vasco acontece neste sábado, diante do Fluminense. Já o Flamengo vai ao norte do Estado do Rio, encarar o Campos, neste domingo, em Campos dos Goytacazes.


Fonte: Globo Esporte
www.ConfionoMengao.blogspot.com - A confiança no Flamengo