A confiança no Clube de Regatas do Flamengo em forma de Blog !!! www.ConfionoMengao.blogspot.com

quinta-feira, 17 de janeiro de 2008

Cariocão 2008: Fla investe pesado pelo bi


O fim de ano do Flamengo em 2007 foi tão positivo que a conquista do título estadual, em abril, ficou quase esquecida no rodapé de página da retrospectiva anual.

Talvez porque, apesar da taça, o time rubro-negro não tenha vencido sequer um clássico. Mas em 2008, o atual campeão entra, ao lado do Fluminense, como favorito ao bi do Campeonato Carioca. Um adjetivo que pode ter efeito contrário se não for bem trabalhado internamente.

- Isso pode atrapalhar. A cobrança será ainda maior do que no ano passado. Não podemos vacilar - diz o volante Ibson.

Ele tem razão. A diretoria do Fla se movimentou e investiu forte para a temporada. Ao todo, gastou mais de R$ 10 milhões em sete contratações. Apesar da disputa simultânea da Taça Libertadores não há intenção de priorizar a competição sul-americana.

- Vamos entrar com tudo nos dois torneios. Lógico que seria bom ganhar logo a Taça Guanabara para poder poupar alguns atletas no segundo turno. Mas temos um elenco grande para ir bem nos dois torneios - analisa o técnico Joel Santana.

Papai Joel solta seus filhos

A base que terminou o ano foi mantida. A única saída relevante foi do apoiador Roger. Porém, ele não rendeu na Gávea o esperado e a comissão técnica entendeu que o custo benefício não valeria a pena.

Mas a saída dele esteve longe de significar enfraquecimento.

Foram contratados diversos jogadores renomados para aumentar a família do paternal Joel Santana. Para a zaga, o Flamengo foi buscar na Ucrânia o defensor Rodrigo, ex-São Paulo. Ele vai disputar com Ronaldo Angelim o lugar de companheiro de Fábio Luciano.

No meio-campo, setor que já era forte em 2007, muitas novidades. Chegaram o paraguaio Gavilán e Jônatas, repatriado do Espanyol. O pentacampeão Kléberson, que estava na Gávea desde outubro sem poder jogar, enfim fará sua estréia. Isso sem contar em Cristian, Toró, Ibson e Renato Augusto, que foram mantidos.

Para a criação, o Flamengo trouxe Marcinho, ex-Atlético-MG, para compor o elenco. Na frente, Souza e Obina ganharam a companhia de Diego Tardelli. Os três chegaram a se estranhar antes mesmo da contratação do paulista, mas a diretoria apagou o incêndio.

Ibson: 'Igualar o Flu é uma motivação a mais'

Uma participação e um título. O retrospecto de Ibson no Campeonato Carioca é animador. Campeão em 2004, o jogador reencontra a competição em 2008 após três anos de Europa e tem um desafio extra: ajudar o Flamengo a igualar o número de títulos do Fluminense pela primeira vez na História. O placar geral marca 30 a 29 para o time das Laranjeiras. Mas, logo na estréia, ele terá o que comemorar: contra o Boavista, o volante completa 100 jogos pelo time profissional do Flamengo.

Este Campeonato Carioca pode marcar uma situação inédita para o Fla. Sabe qual é?

Sim, a possibilidade de a gente igualar o número de títulos estaduais do Fluminense. Estou por dentro, não é? (risos) Nós comentamos isso a toda hora nas conversas de concentração. Com certeza é uma motivação a mais e uma possibilidade muito boa.

Disputar o Estadual e a Libertadores ao mesmo tempo pode prejudicar o desempenho do Flamengo?
Não. Cada competição tem a sua importância e não haverá qualquer tipo de prioridade. Até porque o Flamengo montou um grupo forte e a torcida espera que o ano seja melhor do que o de 2007.

A única lembrança do Estadual é positiva. Recorda-se do título de 2004?

Claro! Ganhamos do Vasco na final por 3 a 1, com três gols do Jean. Não tem como esquecer. Espero que neste ano eu viva esta emoção novamente.

Você voltou ao Flamengo no meio de 2007 depois de dois anos e meio no Porto. Pretende retornar à Europa no meio do ano, quando acaba seu contrato?

Espero que o Flamengo consiga renovar o contrato e eu possa ficar no Brasil por mais alguns anos. Estou feliz, recuperei a alegria de jogar futebol no clube onde estou desde os nove anos.

Flamengo nos últimos dez anos no Carioca:

2007: 1º
2006: 11º
2005: 7º
2004: 1º
2003: 3º
2002: 8º
2001: 1º
2000: 1º
1999: 1º
1998: 2º

Fonte: Globo Esporte
www.ConfionoMengao.blogspot.com - A confiança no Flamengo