A confiança no Clube de Regatas do Flamengo em forma de Blog !!! www.ConfionoMengao.blogspot.com

domingo, 27 de janeiro de 2008

Flamengo goleia com show de Ibson


Com direito a show de Ibson e Léo Moura, o Flamengo não teve problemas para vencer o Duque de Caxias por 5 a 1, neste domingo, no Maracanã. O resultado deixa o time na liderança do Grupo A do Carioca com nove pontos e 100% de aproveitamento. O Duque de Caxias segue com três pontos. Os gols do Rubro-negro foram marcados por Marcinho, Ibson (2), Léo Moura e Souza. Eduardo descontou.

A partida foi marcada por um momento curioso. Juan sofreu pênalti e a torcida gritou o nome do goleiro Bruno. O camisa 1 correu para bater, mas o atacante Souza pegou a bola e disse que seria ele o cobrador. Ibson, o batedor oficial, ainda tentou conversar. Mas Bruno voltou decepcionado para o gol e Souza fez o gol.

Ataque contra defesa

O Flamengo decidiu a partida no primeiro tempo. Desde os primeiros minutos, o time foi para o ataque e sufocou o Duque de Caxias. Aos cinco minutos, Souza perdeu a primeira oportunidade. Após receber livre na área, o atacante chutou em cima do zagueiro. O goleiro Fernando estava vendido no lance.

Apesar da pressão, o primeiro gol só saiu aos 20 minutos. Toró foi à linha de fundo e cruzou para Marcinho. Ele se enrolou com o zagueiro, mas a bola sobrou limpa e o atacante chutou para fazer o gol: Flamengo 1 a 0. Foi o primeiro gol do ex-jogador do Atlético-MG com a camisa rubro-negra.

Com Madson muito aberto pelo lado esquerdo e Viola posicionado entre os zagueiros, o Duque de Caxias não conseguia criar jogadas de ataque. Mesmo com a vantagem, o Flamengo continuou no ataque. O segundo gol veio após uma confusão na área. A bola sobrou para Íbson, que chutou cruzado sem chance para o goleiro Fernando.

Sem deixar o adversário respirar, o Flamengo chegou ao terceiro gol. Falta perto da área. Jônatas mandou a bomba. Fernando soltou na área e Léo Moura aproveitou para completar para o gol.

Souza não deixa Bruno cobrar pênalti

A primeira defesa de Bruno só aconteceu aos 39 minutos. Madson cobrou falta da entrada da área no ângulo esquerdo. Mas o goleiro rubro-negro pegou com tranqüilidade. Pouco depois um momento curioso. Juan foi derrubado na área e o árbitro marcou pênalti. A torcida, no mesmo momento, começou a gritar o nome do goleiro Bruno. No sábado, no jogo entre Vasco e Mesquita, o goleiro Tiago marcou um dos gols da vitória vascaína. O camisa 1 olhou para o banco de reservas e recebeu a autorização do técnico Joel Santana. Bruno correu o gramado inteiro com os torcedores gritando o seu nome. Mas ao chegar para bater, encontrou Souza segurando a bola e conversando com Ibson. O atacante, que ainda não tinha balançado a rede, queria cobrar de qualquer maneira. E não aceitou entregar a bola para Bruno, que voltou decepcionado. Superado o "problema", Souza cobrou o pênalti e fez o quarto gol rubro-negro.

O primeiro tempo ainda teria mais um lance curioso. O zagueiro Daniel fez falta em Marcinho. O árbitro Wagner do Nascimento Magalhães deu cartão vermelho e expulsou o jogador do Duque de Caxias. Mas avisado de que Daniel ainda não tinha cartão amarelo, voltou e mostrou apenas o amarelo.

Só um gol rubro-negro no segundo tempo

O segundo tempo começou sem o Flamengo diminuir o ritmo. O quinto gol saiu logo aos quatro minutos. Linda tabela entre Léo Moura e Ibson na área e o meia completou para o gol. O sexto quase saiu pouco depois quando Marcinho recebeu livre de Léo Moura e chutou em cima de Fernando na saída do goleiro.

O Flamengo poderia ter feito mais. Mas perdeu muitas chances. Primeiro com Souza, depois com Ibson. Maxi entrou livre na área, mas errou no passe. Até Obina teve uma oportunidade. Como castigo, no final o Duque de Caxias diminuiu com Eduardo. O lateral entrou na área e chutou cruzado para fazer o gol de honra.

Aos 40 minutos do segundo tempo, falta na entrada da área. A torcida novamente gritou o nome de Bruno. O goleiro correu para bater. Mas a cobrança foi para fora, por cima do travessão. Mas serviu para animar ainda mais a festa rubro-negra.

Fonte: Globo Esporte
www.ConfionoMengao.blogspot.com - A confiança no Flamengo