A confiança no Clube de Regatas do Flamengo em forma de Blog !!! www.ConfionoMengao.blogspot.com

sábado, 24 de maio de 2008

Flamengo vence o Inter no Maracanã

Um jogo aberto, com duas equipes ofensivas e cheio de alternativas. Assim foi a vitória de virada do Flamengo sobre o Internacional, por 2 a 1, neste sábado, em partida válida pela terceira rodada do Brasileirão. Souza e Marcinho fizeram os gols do Rubro-Negro, que foi a sete pontos na tabela, enquanto os gaúchos permaneceram com três - Nilmar fez o gol colorado.

O confronto foi disputado durante todo o tempo em alta velocidade. Contundo, se na primeira etapa o trio de frente do Colorado - Alex, Nilmar e Fernandão - foi mais competente e contou com uma equipe mais bem estruturada em campo, na segunda o trio rubro-negro - Marcinho, Diego Tardelli e Souza - mostrou eficiência e deu a vitória aos mandantes.

Os técnicos do Flamengo, Caio Júnior, e do Internacional, Abel Braga, colocaram suas equipes no ataque, mas a diferença na organização dos atletas em campo foi mostrada no ataque inicial de ambos. Logo no primeiro minuto do confronto, Souza fez jogada individual e chutou por cima; já aos oito, após lance trabalhado, Nilmar concluiu de bicicleta com perigo.

Assim, os gaúchos passaram a ser mais incisivos nas ações, mesmo com os dois times se revezando no ataque. Aos 20 minutos, Fernandão cabeceou e Bruno fez grande defesa. Aos 29 minutos, foi a vez de Diego Tardelli fazer grande jogada e rolar para Marcinho, na grande área, bater em cima da defesa.

O melhor equilíbrio do Internacional foi premiado aos 32 minutos. Alex deu um ótimo passe para Nilmar, que, infiltrado entre a dupla de zaga rubro-negra, avançou em velocidade e tocou no canto direiro rasteiro de Bruno, que saía para abafar o lance: 1 a 0.

Flamengo decide o jogo no segundo tempo

Para a etapa final, o Flamengo veio com Jônatas no lugar do vaiado Jaílton e com uma vontade que o fez definir o duelo logo nos primeiros dez minutos do segundo tempo. Aos cinco, Juan cobrou falta pelo lado esquerdo da intermediária e Fábio Luciano cabeceou à queima-roupa. O goleiro Renan espalmou e Marcinho, na pequena área, aproveitou o rebote e empatou.

Embalado pela animação dos torcedores e prendendo o Internacional em seu campo de defesa, a equipe rubro-negra virou o placar: aos nove minutos, Diego Tardelli recebeu ótimo passe pelo meio, disparou em liberdade contra a meta gaúcha e foi derrubado pelo camisa 1 colorado ao dribá-lo. A bola sobrou para Souza, que apenas empurrou para o gol.

Com a repentina desvantagem, Abel Braga posicionou sua equipe no ataque - colocou três atacantes em campo retirando um meia e dois defesores. Aos 25 minutos, o lance que deu a vitória aos cariocas: Nilmar foi outra vez lançado nas costas da defesa rubro-negra, driblou Bruno e finalizou. Em grande recuperação, Leonardo Moura salvou, de carrinho, em cima da linha.

A bandeira estendida pela torcida do Flamengo na arquibancada do Maracanã - "O Brasileiro é obrigação" -, por enquanto, está sendo seguida pelos jogadores. Já o Internacional segue tentando se recuperar da eliminação nas quartas-de-final da Copa do Brasil.

Na próxima rodada do Campeonato Brasileiro, a quarta, o Flamengo realiza seu primeiro clássico estadual na competição, contra o Fluminense, em 1º de junho, às 18h10min, no Maracanã. Já o Internacional, um dia antes, recebe o Sport, também às 18h10min, no Beira-Rio.

FICHA TÉCNICA:
FLAMENGO 2 X 1 INTERNACIONAL

Estádio: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 24/5/2008 - 18h10min (de Brasília)
Árbitro: Evandro Rogério Roman (Fifa-PR)
Auxiliares: Roberto Braatz (Fifa-PR) e José Amilton Pontarolo (PR)

Renda/público: R$ 426.566,00 / 27.031 presentes
Cartões amarelos: Juan, Fábio Luciano, Cristian e Jônatas (FLA); Marcão e Jonas (INT)
GOLS: Nilmar, 32'/1ºT (0-1); Marcinho, 5'/2ºT (1-1); Souza, 9'/2ºT (2-1)

FLAMENGO: Bruno, Leonardo Moura, Fábio Luciano, Ronaldo Angelim e Juan; Jaílton (Jônatas, intervalo), Cristian, Toró e Marcinho (Renato Augusto, 15'/2ºT); Diego Tardelli e Souza (Obina, 12'/2ºT). Técnico; Caio Júnior.

INTERNACIONAL: Renan, Jonas, Índio, Sidnei e Marcão (Gil, 28'/2ºT); Danny Morais (Adriano, 32'/2ºT), Ramon, Ji-Paraná (Andrezinho, 13'/2ºT) e Alex; Nilmar e Fernandão. Técnico: Abel Braga Braga.


Fonte: LanceNet


O BRASILEIRO É OBRIGAÇÃO, EM TERMOS.




Segundo a torcida rubro-negra a conquista do campeonato Brasileiro 2008 seria uma obrigação após perda da Copa Libertadores. Eu acredito não ser bem assim, sem querer entrar em conflito com a nossa amada torcida, veja meu ponto de vista:
O time do Flamengo ano passado, depois de uma arrancada histórica, conseguiu entrar pra a lista dos times que iriam disputar a Copa Libertadores desse ano, terminamos como a terceira equipe do Brasil, há tempos isso não acontecia.
Após a eliminação nas oitavas para o América do México por erros ou desprezo do Flamengo, sei lá... a torcida ficou irada (nervosa, chateada) e não era pra menos ,afinal, a derrota foi vergonhosa diante da vantagem que tínhamos obtido no jogo fora de casa. Deixando o passado pra trás é hora de pensarmos no futuro, Campeonato Brasileiro, seria mesmo uma obrigação?
Creio que não, o Campeonato Brasileiro é composto por 20 times e todos eles têm pelo menos 4 objetivos em comum: ser campeão, a classificação para Libertadores, a classificação para Sul-americana e não ser rebaixado. Seria uma obrigação ser campeão? Repito novamente. Não, e por que não? Porque ser campeão implica na busca mais acirrada do campeonato, e todos têm o mesmo direito. Mas que seria bom o Flamengo ganhar, ah, isso seria. Seria para vermos definitivamente a posição da CBF diante do nosso hexa título, ou será que declararão penta. Então, continuaremos aqui na torcida pelo hexa!

Saudações Rubro Negras!
www.ConfionoMengao.blogspot.com - A confiança no Flamengo