A confiança no Clube de Regatas do Flamengo em forma de Blog !!! www.ConfionoMengao.blogspot.com

domingo, 2 de outubro de 2011

Fla estraga reestreia de Luis Fabiano e encosta no G5


A torcida que lotou o Morumbi para ver a estreia de Luis Fabiano na tarde deste domingo acabou por presenciar mais uma vitória do Flamengo neste Campeonato Brasileiro, desta vez por 2 a 1. Com gols de Thiago Neves e Renato Abreu, o clube carioca manteve a escrita e mostrou a força do Rio de Janeiro. Fluminense, Vasco e Botafogo vieram a São Paulo e venceram o time da casa. Com a vitória, o Flamengo encostou no G5, grupo dos clubes que se classificam para a Copa Libertadores do ano que vem. 

O gol do Tricolor foi marcado por Dagoberto, em chute forte de fora da área. É a terceira partida sem vitórias do time do Morumbi. Além da derrota deste domingo, o São Paulo ficou no empate contra o Botafogo, em 2 a 2, no domingo passado, e empatou em 0 a 0 no clássico contra o Corinthians.

A partida ainda foi marcada pelos erros de arbitragem. Além de expulsar Lucas, acertadamente, o árbitro mandou erroneamente Willians para o chuveiro em cartão amarelo equivocado e deixou de dar cartão para Dagoberto em lance que ele poderia ser expulso diretamente por dar um pontapé em Galhardo.

O jogo

O São Paulo entrou em campo com um esquema mais arrojado do que vinha sendo treinado durante a semana. Ao invés de Carlinhos à frente dos zagueiros ao lado de Denílson, Adilson Batista optou por colocar Cícero, que tem por característica atuar um pouco mais adiantado do que o camisa 20, que ficou no banco.

Já o Flamengo começou o jogo sem novidades, mas com muita qualidade. Thiago Neves, Renato Abreu, Ronaldinho Gaúcho e Deivid formavam o quarteto de ataque na tentativa de vencer o São Paulo no Morumbi, coisa que, pelo Brasileirão, não acontece desde 2003, quando o Rubro-Negro conseguiu 3 a 1, de virada, com gols de Edílson e Rafael. Diego Tardelli marcou para o Tricolor.

Mesmo com o esquema que poderia deixar a defesa desprotegida, o São Paulo começou melhor. Por mais que as jogadas de ataque do Fla, com passes rápidos e de primeira, pudessem assustar, os volantes do clube paulistano recuaram bem para auxiliar os marcadores e, até os meio do primeiro tempo, não deu chance alguma para o adversário.

O começo da partida, por sinal, deixou os torcedores, que encheram as arquibancadas no aniversário de 51 anos do Morumbi, descontentes. Aos 20, porém, Cícero, a novidade do Tricolor, carregou pelo meio, saiu da marcação e bateu para fora. Foi o primeiro lance com um pouco mais de agudo.

Na sequência, o primeiro lance do Luis Fabiano que todos conhecem. Atacante recebeu de Wellington e bateu cruzado. Alex Silva, conseguiu impedir o gol. Na sobra, Cícero bateu cruzado, o Fabuloso, impedido, desviou e mandou no travessão. O árbitro, porém, assinalou a irregularidade.

Depois dos lances mais fortes de São Paulo, a partida se abriu. Os dois clubes passaram a se mandar para o ataque em busca do gol. O Fla utilizou os contra-ataques. Deivid assustou de longe, mas Rogério pegou. E o goleiro ainda teve uma chance de marcar. Em cobrança de falta, o camisa 1 do Sampa bateu forte, a bola desviou na barreira e quase enganou Felipe, que se recuperou e defendeu.

Depois do ápice de emoção no primeiro tempo e das defesas expostas, a partida voltou para o ritmo do início. Com passes mais curtos de lado e um número grande de erros. Em mais um contra-ataque, a chance de o Flamengo abrir o placar. Ronaldinho cruzou para Thiago Neves, que cabeceou em cima de Rogério.

Emoção no segundo tempo

Na saída para o intervalo, Luis Fabiano pediu para que o time criasse mais. E foi assim que começou o segundo tempo. Os jogadores seguiram os mesmos, mas o ritmo foi alucinante. Três chances claras de gol em menos de 10 minutos. O primeiro do estreante do dia. Luis Fabiano bateu de fora para defesa de Felipe. Logo depois, Deivid cabeceou de dentro da área. Rogério defendeu. Ainda houve mais uma chance do Tricolor, mas Alex Silva salvou.

Aos 9 as coisas começaram a complicar para o Sampa. Lucas recebeu o segundo amarelo por calçar Willians e foi expulso. Para recompor o meio, Adilson Batista sacou Luis Fabiano para a entrada de Carlinhos, que entrou mais recuado. Com um a menos, a pressão passou a ser do Flamengo. Após duas ótimas defesas do arqueiro, Thiago Neves colocou, de cabeça, no canto alto. Camisa 1 tricolor sequer saltou na bola.

O São Paulo igualou no número de jogadores e passou a ficar mais tempo no campo do Flamengo quando Willians, que também tinha cartão amarelo, receber o vermelho pelo segundo. O volante do Rubro-Negro sequer encostou em Dagoberto, que se jogou. O árbitro, longe do lance, mostrou o vermelho.

E foi justamente o camisa 25 que igualou o placar. Em cobrança ensaiada de escanteio, Carlinhos Paraíba recebeu no bico da área e rolou para o meio. Dagoberto veio de longe e soltou a bomba. Felipe ainda tentou a defesa, mas passou longe de defender o canhão do são-paulino.

Na comemoração, o atacante recebeu o amarelo por tirar a camisa. E quase foi expulso na sequência. Em pontapé desnecessário, Dagoberto deixou Galhardo no chão. O árbitro, porém, erroneamente, não deu o cartão para ele.

Depois do gol do Tricolor, a torcida começou a sonhar com uma virada. Mas o Flamengo acabou com as esperanças da primeira vitória contra os cariocas no Morumbi. Renato Abreu, de fora da área, bateu forte. Carlinhos Paraíba tentou o corte e tirou de Rogério Ceni, que ficou longe da defesa.

Próxima Rodada

Na próxima rodada, o São Paulo encara o Cruzeiro, quarta-feira, às 21h50, na Arena do Jacaré. O Fla só entra em campo no fim de semana, em clássico contra o Fluminense, no Engenhão.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO 1 X 2 FLAMENGO
Local: Morumbi, São Paulo (SP)
Data/Hora: 02/10/2011 - 16h
Árbitro: Fabrício Neves Correia (RS)
Auxiliares: Bruno Boschilia (PR) e Júlio César Rodrigues Santos (RS)
Público total e renda: 63.871 pessoas/ R$2.647.330,00
Cartões amarelos: Lucas, Wellington, Dagoberto (SPO); Aírton, Willians (FLA)
Cartões vermelhos: Lucas, 9'/1ºT (SPO); Willians, 24'/2ºT (FLA)
GOLS: Thiago Neves, 18'/2ºT (0-1); Dagoberto, 33'/2ºT (1-1); Renato Abreu 39'/2ºT (1-2)

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Wellington, João Filipe, Rhodolfo e Juan; Casemiro (Henrique, 13'/2ºT), Denilson, Cícero (Rivaldo, 25'/2ºT) e Lucas; Dagoberto e Luis Fabiano (Carlinhos, 14'/2ºT). Técnico: Adilson Batista

FLAMENGO: Felipe, Rafael Galhardo, Alex Silva, Welinton, e Junior Cesar (Maldonado, 24'/2ºT); Aírton (Diego Maurício, 11'/2ºT), Willians, Renato e Thiago Neves (Fierro, 29'/2ºT); Ronaldinho Gaúcho e Deivid. Técnico: Vanderlei Luxemburgo
www.ConfionoMengao.blogspot.com - A confiança no Flamengo