A confiança no Clube de Regatas do Flamengo em forma de Blog !!! www.ConfionoMengao.blogspot.com

segunda-feira, 19 de março de 2012

IMPROVÁVEL MAIS UMA VEZ

Quem já teve a chance de ler minhas críticas ao Kléberson em outras oportunidades (lá no FlaGol, por exemplo), sabe que não vou com os cornos do futebol jogado por esse cara. Acho que ele se esconde nas partidas, erra passes, é fraco demais fisicamente e não tem a raça necessária para o Mengão. Mas uma coisa esse cara tem: SORTE.

Foi com essa característica que ele conseguiu uma vaguinha no time titular da Seleção Brasileira na Copa de 2002, onde o Brasil foi pentacampeão mundial de futebol. Nessa, ele foi jogar no futebol inglês e depois acabou esquecido. Até que um dia aportou no Flamengo.

Quando ele chegou, até dei uma chance ao cidadão. Mas ele não me agradou. E de lá pra cá, já são o que, 4 anos, 5? Quantas partidas boas ele fez? Quantas vezes ele foi decisivo? Vão falar daquele estadual de 2009 em que ele meteu dois gols... mas o primeiro, de cabeça, na realidade foi do nosso querido Angelim. E o segundo, a bola desviou na barreira e matou o goleiro. Ele deu a sorte dos dois gols serem apontados para ele. E por aí vai! Outra boa atuação foi contra o Palmeiras, num jogo em que o Ibson meteu 3 gols e comandou um verdadeiro show. O ex-15, atual 30, fez um gol e jogou direitinho.

Mesmo com esses baixos e muito baixos, ele acabou arrumando uma vaga na seleção do Dunga, na Copa de 2010. Aquele fiasco (era a hora de colocar ele no mercado e fazer uma grana).

É tão verdade que ele nunca rendeu o que se esperava dele, que foi dispensado por Luxemburgo, ficando um ano fora do Flamengo. Machucou, ficou sem jogar desde setembro. Voltou ao Clube. Estava treinando separado e Joel o chamou pra conversar. Com todas as contusões que aconteceram ao mesmo tempo, a sorte acabou colocando Kléberson de volta no elenco e no time titular. Entrou contra o Fluminense e das poucas coisas que se viu ele fazer em campo, uma delas foi um gol.

Na partida de ontem, contra a Friburguense, jogo ruim, time com pouca criação, poucas oportunidades de gol e as que tivemos, foram desperdiçadas (Bottinelli perdeu um pênalti e meteu duas na trave). Eis que Joel resolve colocar o, agora, 30 em campo. E pior, junto com outro renascido das cinzas, Paulo Sergio. E não é que a dupla deu sorte de fazer a jogada do gol? Sorte dos dois e sorte de Joel também. Vai que não dá certo???

Mas de qualquer maneira, quero registrar que continuo achando o Kléberson um jogador mediano, bem comum, nada de espetacular, que erra passes, se movimenta mal e tal... mas que está tendo a sorte da bola cair justamente onde ele está passando.

Falando sério, ele até tem corrido mais esse ano e está conseguindo se apresentar bem para algumas jogadas. Mas realmente não tem feito nada de espetacular para querer uma vaga no time titular, quando todos estiverem à disposição.

Resumo de ontem: Mengão arrumou um gol no final, como jogada de Paulo Sergio para Kléberson. O meia chutou na saída do goleiro e marcou o único tento da partida. Bottinelli ficou marcado por ter perdido o pênalti, mas jogou bem. Gonzales fez mais uma partida perfeita. Uma pena o árbitro ter visto uma falta onde não existiu e pra piorar, ter dado um amarelo nele, o terceiro, que o tirou da partida de sábado, contra o Volta Redonda, na cidade do aço. E Luiz Antonio fez um partidaço, tanto defensiva, quanto ofensivamente. Felipe voltou ao gol, deu um susto, mas não teve grande trabalho.

Vai Mengão!
www.ConfionoMengao.blogspot.com - A confiança no Flamengo