A confiança no Clube de Regatas do Flamengo em forma de Blog !!! www.ConfionoMengao.blogspot.com

quinta-feira, 5 de abril de 2012

A melhor defesa é o ataque: o Flamengo de 2012 não sabe?

Imagem: FlaManolos
Por Sturt Silva

No último texto postado aqui no blog Confio no Mengão, assinado por Rogério Arantes, dizíamos que o jogo de ontem (Flamengo x Emelec) era tudo ou nada para o Flamengo.

Então, foi nada!

Eu não gosto da galera sensacionalista que fazem suas análises na base da emoção. O jogador não pode perder um gol que não passa de um “perna de pau”, se faz um drible a mais é um “craque”. Pra mim, as coisas não podem ser analisadas desta forma.

Sei que tem diversos torcedores que estão pedindo a cabeça de Felipe, Gonzáles, R10, Love, Joel e do time do Flamengo inteiro. Não curto esse tipo de atitude. Mas, exclusivamente hoje, concordo com a argumentação dessa galera. Não pelo vexame de ontem, mas pelo histórico de erros e deficiências que vem acontecendo desde muito tempo no clube, e que aprofundou nesses primeiros meses do ano. Tem alguns erros, cometidos neste ano, que nos ajudam a entender por que dessa péssima campanha:

1) Contratar Joel Santana. Técnico medroso e sem criatividade nenhuma, Santana nunca ganhou títulos além dos regionais. Seria hora do Flamengo arriscar numa figura tão "experiente" assim, nessa altura do campeonato?

2) Manter Ronaldinho Gaúcho. Nem em sua melhor fase de Flamengo ele conseguiu jogar 10% do que desejávamos. Quando a parceira do Flamengo viu que era furada, que o cara já era e saiu negócio, deu a louca na cartolagem-tucana rubro-negra.  Resolveram bancar 1,3 Mi de salário para esse “morto-vivo”. Se não bastasse não render em campo, Ronaldinho também não rende fora de campo, não dá lucro para o clube.

3) Trazer Love. Em vez dele poderíamos ter trago um bom zagueiro e um jogador que armasse nossas jogadas, por que Gonzáles é uma piada de mau gosto e Bottinelli não dá conta do recado.  Não acho que Love seja um jogador ruim, pelo contrário, é um dos nossos melhores, sem contar, que é o que mais esforça em campo. No entanto, o que muitos não estão percebendo é que o investimento nele foi muito alto, assim jogaram nas costas dele coisa que ele não suporta. Ele não é um jogador individualmente excelente. É sim um jogador esforçado que se destaca no jogo coletivo bem feito. Mas não é craque que num determinado momento resolve a partida. A confirmação que estou falando vimos ontem quando Love não conseguiu passar pela marcação. Não conseguiu decidir a partida como das outras vezes. Tecnicamente e fisicamente ele é deficiente. E se confirmar mesmo, que para tê-lo tivemos que dar o time-base da Copa São Paulo que ganhamos ai nem foi um erro e sim uma “cagada”, e das grandes...

Sobre o resto do time, não é dos melhores, mas é o que temos. A zaga é horrível, alias como sempre está sendo nos últimos anos, a não ser em alguns poucos e bons momentos. Os volantes não conseguem se firmar em campo. Cadê o “velho Willians”? Não temos meios criativos. Os laterais são melhores ofensivamente, no entanto, com esse esquema tático eles ficam presos lá trás. E o ataque apesar de perder gols, pelo menos ainda faz.

Sem contar que tem um cara que joga no nosso meio campo que em vez de qualificar o passe, acaba é atrapalhando a evolução das jogadas. Além das promessas (Diogo Maurício, Paulo Sergio, Negueba, entre outros) que ficaram só na promessa mesmo.

Mas o grande problema é Joel Santana. Alias como não poderia ser?

Andrade conseguiu ganhar o brasileiro de 2009 com um time teoricamente pior do que temos hoje. Mas Joel não tem a qualidade de Andrade, que uniu o grupo em torno de um objetivo, e muito de menos de Luxa, que não tinha medo de colocar o time pra frente. Ontem, por exemplo, chega a ser ridículo as modificações que nosso treinador fez. Tomando sufoco e com um a frente no marcador o cara coloca três zagueiros?

Lamentável. Aguardamos o todo “poderoso” Lanús, mas acho que esse ano será de muita tristeza para nós rubro-negros.
www.ConfionoMengao.blogspot.com - A confiança no Flamengo